Rudyard Kipling 1865 - 1936

Uma cronologia da sua vida e obra



1862 - Nasce Caroline Starr Balestier (esposa de Rudyard Kipling)
1865 - Joseph Rudyard Kipling nasceu em Bombaim, na Índia, em 30 de dezembro. Era filho de
John Lockwood Kipling, que era Presidente do Departamento de Escultura Arquitetônica da Escola de Arte, um órgão estatal, e de Alice Kipling, que era nascida MacDonald. Seus dois avôs eram ministros metodistas.
1868 - Fez sua primeira visita à Inglaterra, onde tinha nascido sua irmã Alice (Trix).
1871 - Rudyard Kipling e Alice visitaram novamente a Inglaterra e ficaram lá por seis anos, hóspedes do Capitão Holloway e sua esposa em Lorne Lodge, Southsea. Seus pais voltaram para a Índia e, nesse meio tempo, Capitão Holloway veio a falecer. A Sr.ª Holloway não gostava de Rudyard Kipling por causa das brigas dele com o filho, e isso fez o pequeno Rudyard Kipling ficar profundamente infeliz. Mais tarde ele narrou que os feriados locais que passou em Londres com a irmã de sua mãe, Georgiana Burne-Jones, e
seu marido, o artista Edward Burne-Jones, eram como .um Paraíso, que eu verdadeiramente acredito que me salvaram..
1877 - Alice Kipling retornou da Índia e tirou seu filho de Southsea, embora Trix continuasse por lá
por algum tempo. Rudyard Kipling tornou-se aluno no United Services College, Westward, Devon, um internato barato para filhos de oficiais do exército e servidores civis, onde as condições eram espartanas, mas o ensino, bom.
1880 - Retonando a Southsea para buscar sua irmã, Rudyard Kipling encontrou-se com sua colega de pensionato Florence Garrard, com quem ele se apaixonou. O relacionamento, mais importante para ele que para Flo, foi quebrado e reassumido várias vezes.
1881 - Rudyard Kipling se tornou editor da revista da escola. Um livreto com seus poemas, Schoolboy Lyrics, foi publicado por conta própria pelos seus pais sem seu conhecimento.Deixou a escola. Retornou a Índia em outubro e viajou para se juntar a seus pais, agora morando em Lahore. Começou a trabalhar lá como editor assistente na Civil and Military Gazette, um jornal local em língua inglesa para os britânicos que viviam no norte da Índia.
1883 - Seus versos foram publicados no The Englishman de Calcutá e no Civil and Military Gazette.
1884 - Publicado Echoes of two Writers, uma série de paródias escritas por Rudyard Kipling e Trix.
1885 - (19 anos) Foi publicado Quartette, um anuário natalino escrito pelos quatro Kiplings.
1886 - (20 anos)Rudyard Kipling passou um mês em Simla como correspondente do The Pioneer, um jornal maior dos mesmos proprietários do Civil and Military Gazette. Lançou Departmental Ditties,
poemas cômicos sobre o inglês na Índia, impresso por conta própria e imediatamente
esgotado. A segunda edição saiu pela Tracker, Spink & Co. de Calcutá.
05/04/1886 – Rudyard Kipling é iniciado na Loja Hope end Perseverance nº 782 de Lahore Punjab Índia.
1887 - (21 anos) Rudyard Kipling foi transferido para o The Pioneer em Allahabad. Fez amizades com o Professor Alec Hill e sua esposa Edmonia, o que veio a lhe dar profunda influência. Enviava para Rajputana como correspondente especial artigos escritos posteriormente juntados com Letters of Marque (1891) (republicado em From Sea to Sea Vol 1).
1888 - Passou a se hospedar na casa dos Hills em Allahabad. Tornou-se editor do suplemento hebdomadário The Week´s News. A obra Plain Tales from the Hills foi publicada pela Thacker Spink. Sua Railway Library, series de historietas foram publicadas em seis volumes de brochuras: Soldiers Three, The Story of Gadsbys, In Black and White, Under the Deodars, The Phantom Rickshaw e Wee Willie Winkie (todas essas juntadas como Soldiers Three and other Stories e Wee Willie Winkie and other Stories).
1889 - Rudyard Kipling deixa a Índia para se tornar o correspondente itinerante do The Pioneer. Viajou com os Hills para Burma, Singapura, Hong Kong e Cantão, Japão e São Francisco. Atravessou a América, visitando a família da Sr.ª Hill em Beaver, Pensilvânia, onde ele conheceu Caroline Taylor, com quem se noivou informalmente. Chegou a Londres em setembro e alugou quartos na Rua Villiers, nas cercanias de Strand. Conservou A. P. Watt como seu agente literário.
1890 - (24 anos) Tornou-se tão famoso que seu trabalho foi assunto de um editorial no The Times, em 25 de março. Todos os seus livros anteriores foram publicados em edições inglesas e americanas. O noivado com Caroline Taylor foi desfeito. Encontrou Flo Garrard na rua e tentou, sem sucesso, reestabelecer o relacionamento. Teve um colapso nervoso. Fez um novo amigo, o escritor americano e editor Wolcott Balestier, e encontrou sua mãe e sua irmã. Escreveu a novela The Light that Failed. The City of Dreadful Night, uma coleção de artigos extraídos do The Pioneer foram publicados em Allahahad sem sua permissão.
1891 - Publicou Life.s Handicap, histórias curtas sobre seus anos na Índia, com algumas novas adições escritas livres de qualquer supervisão de proprietários de jornais. Colaborou com Balestier na elaboração da obra The Naulahka. Balestier também ajudou a Rudyard Kipling a estabelecer seus direitos autorais nos Estados Unidos, depois de ter passado vários problemas com edições não autorizadas. Rudyard Kipling teve, depois, um colapso por excesso de trabalho. Partiu para uma viagem para a África do Sul, Austrália e NovaZelândia. Retornou à Índia para passar o Natal com a família; mas, sabendo da notícia do falecimento de Balestier de tifo, retornou logo para Londres.
1892 - (26 anos) Em 18 de janeiro, Rudyard Kipling acabou se casando com a irmã de Balestier, Caroline. Partiram para uma viagem em volta ao mundo, parando em Brattleboro, Vermont, para visitar a família da esposa, onde o irmão dela lhes vendeu um lote de terra por uma quantia simbólica. Continuaram a viagem indo ao Japão. O banco onde Rudyard Kipling mantinha as contas faliu, deixando o casal sem outras posses fora os tíquetes de viagem, com o que negociaram para retornarem para Brattleboro, onde os Ballestiers arranjaram-lhes uma casa. A filha Josephine nasceu em dezembro. Rudyard Kipling começou a escrever para crianças. Publicou The Naulahka, escrito em colaboração com Wolcott Balestier, e Barrack-Room Ballads and other Verses.
1893 - Foi lançado Many Inventions, uma coleção de histórias escritas antes e depois do seu casamento, incluindo a última história narrada pelo soldado irlandês Mulvaney (até então, seu personagem mais popular), e a primeira história sobre Mowgli, que viria se tornar o personagem mais importante no The Jungle Book [O Livro da Jângal]. Os Kiplings se mudaram para .Naulahka., uma casa que construíram no terreno comprado de Beatty Balestier.
1894 - The Jungle Book [O Livro da Jângal].
1895 - The Second Jungle Book é publicado. Os dois livros foram traduzidos no Brasil como um só: O Livro da Jângal. Ambos possuem histórias de Mowgli e outros contos misturados, com uma tradução primorosa de Monteiro Lobato com poemas de Jamil Almansur Haddad.
1896 - A segunda filha, Elsie, nasceu. Os Kiplings desentenderam-se com Beatty Balestier e a briga parou nos tribunais. Eles deixaram Brattleboro e se mudaram para Torquay, na Inglaterra. Publicou The Seven Seas, uma coleção de poemas que incluem a a série popular e patriótica A Song of the English.
1897 - Estabeleceram-se em Rottingdean, Sussex, perto da Burne-Joneses e outras conecções. Nasceu o filho John. Publicou Captains Courageous, sua novela sobre a frota pesqueira da Nova Inglaterra. Uma edição com a coletânea das obras de Rudyard Kipling, na edição da Scribner.s Outwar Bound, foram publicadas nos Estados Unidos com consentimento. A coleção de histórias foram arrumadas por tópicos e alguns materiais inéditos foram incluídos.
1898 - A primeira de muitas férias de inverno na África do Sul. Rudyard Kipling viajou para a Rodésia, onde travou amizade com Cecil Rhodes. Publicou a coleção de historietas The Day.s Work (incluindo The Maltese Cat, uma história sobre pôneis para o jogo de pólo, que veio a se tornar uma das histórias mais populares que ele já escrevera). Também, publicou uma série de artigos sobre a Marinha, A Fleet is Being.
1899 - A família fez sua última visita à América. Todas as crianças ficaram doentes; Rudyard Kipling e Josephine desenvolveram uma pneumonia que vitimou Josephine e quase, também, Rudyard Kipling. Com a eclosão da Guerra dos Böers, Rudyard Kipling deixou-se envolver numa campanha para serviços de caridade, chamada (baseado num poema com o que ele tinha contribuído) The Absent-Minded Beggar Fund. Durante esse ano foi publicado To Sea to Sea, uma versão autorizada de artigos de viagem e histórias inéditas extraídas do The Pioneer, em dois volumes, e Stalky & Co., uma coleção surpreendente de histórias escolares com um forte conteúdo autobiográfico.
1900 - Rudyard Kipling visitou a África do Sul, onde deu continuidade aos seus trabalhos de guerra e seus escritos, inclusive tendo passado duas semanas em Bloemfontein para o jornal The Friend, publicado pelo Exército Britânico. Ele também trabalhou nos projetos imaginativos de longa duração Kim e Just So Stories.
1901 - Sua novela Kim foi publicada, sendo a última (e, para muitos, a mais importante) das obras
indianas de Rudyard Kipling.
1902 - A casa de Vermont foi finalmente vendida. A última mudança dos Kiplings para Bateman´s, em Burwash. Just So Stories for Little Children foi publicada, sendo uma coleção de fábulas que (incluindo The Jungle Book . O Livro da Jângal) vieram a se tornar um dos maiores sucessos do trabalho de Rudyard Kipling.
1903 - The Five Nations, poemas sobre os Böers e as conseqüências dos seus feitos foi publicado.
1904 - Foi publicado Traffics and Discoveries, uma coleção de pequenas histórias que combinam a Guerra dos Böers, histórias navais, uma farsa sobre o automobilismo, que nascia, e alguns dos trabalhos de maior interesse psicológico e controverso de Rudyard Kipling. Inclui, aí, They, um estudo sobre um pai de luto pelo filho falecido e Mrs. Bathurst, visto por uns como um conto proto-Modernista, e por outros como uma mistificação intolerável.
1906 - Puck of Pook´s Hill foi publicada: uma série inovada de contos históricos e poemas inicialmente destinada a crianças, inspirada na história do novo lar de Rudyard Kipling em Bateman´s e nas suas imediações.
05/10/1907 - Rudyard Kipling Visita o Canada.
02/11/1907 - Rudyard Kipling recebeu o Prêmio Nobel de Literatura. Faz uma visita o Canadá.
1909 - Foi publicada Actions and Reactions, uma coleção de histórias que inclui seu conto pioneiro de ficção científica sobre barcos voadores que cruzam os céus noturnos do Atlântico: With the Night Mail. Também foi publicado Abaft the Funnel, nos Estados Unidos, esse sem a permissão de Rudyard Kipling, anexando trabalhos inéditos mais novos, seguidos de um lançamento autorizado por razões de direitos autorais, pelos editores Nova-iorquinos.
1910 - Rewards and Fairies foi publicada, uma seqüência de Puck of Pook´s Hill, porém mais complexa. Rudyard Kipling, mais tarde, escreveria que essa foi .realmente destinada a adultos.. Essa obra inclui seu mais famoso poema: If.  "Se"
1911 - Rudyard Kipling colaborou em A School History of England, com o historiador direitista C. R. L. Fletcher.
1913 - Visita o Egito. Publicou Songs from Books, uma coleção de poemas que foram publicados, ou introduções e conclusões de suas obras em prosa. Algumas delas foram expandidas. Aa peça The Harbour Watch, escrita em colaboração à sua filha Elsie, foi apresentada em Londres, mas encerrada depois de algumas poucas seções.
1915 - John Kipling, que foi Escoteiro quando jovem e lhe inspirara o poema Se. foi dado como desaparecido, provavelmente morto como herói, na sua primeira batalha na Fronte Ocidental. Nessa época, Rudyard Kipling estava doente, com uma úlcera gástrica sem ter sido diagnosticada. Publicou alguns artigos de jornalismo de guerra que foram censurados, reunidos como The New Army in Training e France at War.
1916 - Mais jornalismo de guerra: Sea Warfare e The Eyes of Asia.
1917 - Rudyard Kipling uniu-se à Comissão dos Mortos de Guerra. Publicou A Diversity of Creatures, uma coleção de histórias, principalmente escritas antes da eclosão da guerra, porém incluindo dois .contos de ´15´., um deles (Mary Postgate) tem sido considerado a mais importante das suas últimas histórias. Rudyard Kipling também publicou em jornais uma série de artigos de guerra acerca da frente ítalo-austríaca: The War in the Mountains.
1919 - Foi lançada uma coleção de poemas escrita durante o período logo após a Guerra dos Böers até o final da Primeira Grande Guerra: The Years Between. Inclui aí Epitaphs of the War.
1920 - Foi lançado Letters of Travel 1892-1913, uma coleção de velhos artigos sobre o Japão, os Estados Unidos, o Canadá e o Egito.
1922 - Kipling assume o cargo de reitor da University of St. Andrews.
1923 - The Irish Guards in The Great War (2 vols), uma história sobre militares compilada de cartas, diários e lembranças de soldados. Inclui uma referência tipicamente elegante e estóica da morte do seu próprio filho. Foi publicado Land and Sea Tales for Scouts and Guides [Contos da Terra e do Mar para Escoteiros e Bandeirantes], uma coleção de antigas histórias ainda não juntadas com duas novas adições e um poema extra.
1924 - Sua filha Elsie se casou com o Capitão George Bambridge, congressista e ex-participante da Guarda Irlandesa.
1926 - Lançado Debits and Credits, um livro de histórias curtas que dá prosseguimento a alguns materiais coletados durante o preparo de The Irish Guards in The Great War e dá prosseguimento a algumas partes das primeiras histórias, fábulas, contos sobre animais, História Inglesa e visões educacionais da Stalky & Co escritas por Kipling. A última história, The Gardener, foi considerada, juntamente com Mary Postgate, como de interesse particular entre feministas e estudantes da sociedade inglesa durante a Primeira Grande Guerra, ao mesmo tempo que sua narrativa ambígua fá-lo interessante entre os estudantes do Modernismo.
1927 - (37 anos) Viagem ao Brasil.
03/02/1927 – Em sessão da Academia Brasileira de Letras (ABL) Rodrigo Otávio então presidente anunciou que Rudyard kipling já havia partido do cais de Southampton na Inglaterra rumo ao Brasil embarcado num navio a vapor sul-americano.
13/02/1927 – Na noite de domingo Rudyard Kipling desembarca no Rio de Janeiro.
02/03/1927 – Rudyard Kipling é recebido na Academia Brasileira de Letras (ABL), na ocasião estavam presentes 17 acadêmicos alem de embaixadores de diversos países  e representantes do governo brasileiro inclusive a viúva do presidente Theodore Roosevelt.
29/11/1927 - Tudo o que foi escrito durante a estada de Kipling no Brasil foi publicado originalmente em artigos para o jornal Morning Post entre 29/11 a 20/12/1927.
1928 - Foi publicado A Book of Words, um volume de discursos colecionados.
1930 - Foi publicado Thy Servant a Dog, uma série sobre uma família vivendo numa casa de campo inglesa, narrada sob o ponto de vista dos seus cães. Visita às Índias Ocidentais e permanece três meses em Bermuda, por causa da doença da Sr.ª Caroline Kipling.
1932 - Publicado Limits and Renewals. Foi a última coleção de histórias de Rudyard Kipling; inclui algumas das histórias finais dos prejuízos deixados pela Primeira Grande Guerra, dois contos imaginários da vida de São Paulo e Dayspring Mishandled, um conto muito pesquisado sobre uma falsificação literária, com alguns comentários amargos sobre o relacionamento entre autores e críticos.
1933 - A úlcera de Rudyard Kipling foi finalmente diagnosticada. Publicado Souvenirs of France, uma série de ensaios sobre o namoro entre Rudyard Kipling e a França.
1933 - O livro Mongli – o menino lobo foi traduzido por Monteiro Lobato
1934 - O Livro Jacala – o crocodilo foi traduzido por Monteiro Lobato
1934 - O livro Kim – foi traduzido por Batista Pereira.
1936 - (70 anos)Vitimado por uma hemorragia, Kipling faleceu no dia 18 de janeiro.
1937 - Foi publicado Something of Myself for my Friends Known and Unknown, escrito no último ano da sua vida e editado pela sua viúva com a ajuda do Lorde Webb-Johnson, seu médico e amigo.
1937-39 - Lançadas as Edições de Sussex dos trabalhos de Rudyard Kipling, que incluem suas revisões finais, mas que tiveram de ser completadas por outros depois de sua morte.
Década de 40 – o livro a Luz que se Apagou foi traduzido pela 1º vês  por Azevedo do Amaral.
1940 - A Sr.ª Caroline Kipling faleceu, deixando como testamento a sua casa em Bateman.s para o Patrimônio Histórico Nacional da Inglaterra. Hodder and Stoughton publicaram The Definitive Edition of Rudyard Kipling’s Verse, sem os poemas coletados pelas Edições de Sussex.
1947 - O livro Marujos Intrépidos foi traduzido por Lilia Barros
1948 - Morre Alice Kipling irmã de kipling.
1962 - O livro a Luz que se apagou foi traduzido pela 2º vez  por João Távora
09/12/1967 – Foi lançado na Suíça um selo em homenagem ao Premio Nobel de Literatura de 1907
Rudyard Kipling.
1976 - Mrs. Elsie Bambridge, a única filha sobrevivente de Rudyard Kipling, morreu sem deixar herdeiros. Os direitos autorais foram deixados por ela, como testamento, para o Tesouro Nacional da Inglaterra.
26/02/2013 - É anunciada a publicação de poemas inéditos de Rudyard Kipling.


Poemas:  "Se"
               Minha Loja Mãe de Lahore




Frases de Rudyard Kipling

“Tenho comigo, seis servos leais (que me ensinaram tudo o que aprendi): Os seis nomes são: O QUE, POR QUE, QUANDO, COMO, ONDE e QUEM.  

“O fracasso e o sucesso são impostores. Ninguém fracassa tanto como imagina. Ninguém tem tanto sucesso como imagina. “

“Viaja mais rápido quem viaja sozinho. “

“Deus não podia estar em todo o lado e por isso criou as mães. “

“Sempre me inclinei a pensar bem de toda a gente; evita muitos problemas. “

“Não há prazer comparável ao de encontrar um velho amigo, a não ser o de fazer um novo. “

“A mais tola das mulheres pode manipular um homem inteligente, mas seria necessário que uma mulher fosse muito hábil para manipular um imbecil. “

“Nunca cometi um erro na minha vida, pelo menos um que eu próprio, mais tarde, não pudesse explicar. “

“Os princípios são os princípios, nem que o sangue tenha de correr pelas ruas! “

“As PALAVRAS são, é claro, a mais poderosa droga utilizada pela humanidade. “

“Não admitas 'à priori' nada que possas verificar. “

“Se tens a beleza simples e mais nada, tens tudo o que Deus fez de melhor. “

“Se puderes enfrentar o Triunfo e o Desastre E tratar esses dois impostores do mesmo modo...“

“A vitória e o fracasso são dois impossíveis, e é necessário recebê-los com idêntica serenidade e com uma saudável dose de desdém. “

“Arranja problemas emprestados, se essa for a tua natureza, mas não os emprestes aos teus vizinhos.“



Um comentário: